top of page

Sindtifes-PA aprova paralisação contra o novo Arcabouço Fiscal, por salário e carreira no dia 13/06

Atualizado: 8 de ago. de 2023



Em assembleia realizada na manhã da quarta-feira, 07/06, técnicas (os) administrativas (os) decidiram por unanimidade realizar paralisação e dia de luta contra o novo Arcabouço Fiscal, na próxima terça-feira, dia 13/06.

A medida converge com a decisão tomada no XXIV Congresso da Fasubra, no mês passado, que aprovou lutar contra este pacote econômico proposto pelo governo Lula e o Congresso Nacional que, caso aprovado, seguirá a lógica da EC 95 (Teto dos Gastos), limitando investimentos nos serviços públicos como saúde, educação, habitação, e que atualmente dá respaldo legal para os governos arrocharem os salários do funcionalismo público. Com o Arcabouço Fiscal aprovado não teremos reestruturação do PCCTAE e nem mesmo recomposição das nossas perdas salariais e dos orçamentos das universidades, tudo isso para garantir o pagamento dos juros e amortizações da dívida pública aos banqueiros. Mais detalhes sobre quais ações serão realizadas neste dia serão informados em breve, mas o dia 13/6 será marcado por ato público em Belém a ser articulado com outras entidades dos servidores públicos federais e movimentos sociais.

Também foi aprovado


  • Estado de mobilização permanente até a votação do Arcabouço Fiscal, com informações atualizadas para a categoria.

  • Pressão nos aeroportos, em Brasília e nos estados.

  • Atividades nos estados junto aos parlamentares (com foco nos senadores), com agendamento de reuniões e visitas aos escritórios políticos dos mesmos.

  • Campanha nas redes sociais para ampla divulgação junto à categoria e sociedade dos malefícios deste Arcabouço Fiscal.

  • Marcar audiências públicas regionais e estaduais para informar a sociedade sobre o perigo do Arcabouço Fiscal nos investimentos sociais, na saúde e na Educação.



Eleição de delegados/as para a Plenária da Fasubra

A assembleia também decidiu que haverá dois representantes do Sindtifes-PA na próxima plenária da Fasubra, que ocorrerá em julho. Após eleição envolvendo duas chapas, e a contabilização dos votos que confirmou, pela proporcionalidade, que cada uma delas teria direito a indicar um nome, Pedro Henrique e Terezinha Silva serão o delegado e a delegada no evento.

1 visualização0 comentário

Comments


bottom of page