Reunião com trabalhadores do Bettina Ferro debate mudanças administrativas e vacinação

A coordenação geral do Sindtifes reuniu nesta terça-feira (26) com técnicos-administrativos do Hospital Universitário Bettina Ferro de Souza (HUBFS) para tratar de temas que estão preocupando a categoria.

 

Foram pautadas as mudanças administrativas propostas pela Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), que colocam a autonomia Bettina Ferro em risco, e o processo de vacinação dos servidores contra a covid-19.

 

Sobre o primeiro ponto, os presentes decidiram solicitar uma reunião com o reitor Emmanoel Tourinho para o dia 4 de fevereiro. O objetivo é pedir que o gestor cobre a Ebserh sobre o respeito à autonomia das unidades hospitalares e, também, que sugira à Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes) que tome providências contra esta política nacional da Empresa.

 

“As mudanças propostas pela Ebserh na estrutura organizativa do Hospital Universitário (HU) Bettina atingem a autonomia da unidade. Supostamente se trata de uma unificação de gerências (HU Barros Barreto e HU Bettina), porém, na prática, pela proposta colocada, percebe-se que o HU Bettina perderia sua autonomia e status de HU para se tornar uma unidade subordinada de caráter ambulatorial, o que pode vir a afetar os serviços ofertados, bem como prejudicar as possibilidades de avanço e expansão”, explica a relatoria da reunião.

 

Uma equipe será formada para elaborar uma contraproposta à Ebserh, que deve prever que todas as gerências do Complexo Hospitalar deve ter responsáveis nos dois hospitais, “com responsabilidades proporcionais às complexidades, a fim de organizar da melhor forma às demandas de cada unidade”.

 

Sobre a vacinação, foi encaminhado que o Sindtifes solicite à Secretaria Municipal de Saúde (Sesma) transparência sobre a distribuição das doses da vacina para o Complexo Hospitalar. Os trabalhadores afirmaram também a necessidade de uma reunião urgente com a superintendência do Complexo para tratar de temas como assédio moral e a relação entre os trabalhadores e as gerências.

 

Confira aqui ofício enviado à superintendência do Complexo Hospitalar sobre o assunto.

 

comments

Links importantes