Pesquisa aborda efeitos psicossociais do trabalho remoto nos servidores da UFPA

A Pró-Reitoria de Desenvolvimento e Gestão de Pessoal (Progep) está realizando um levantamento dos efeitos psicossociais do trabalho remoto na saúde dos servidores da UFPA durante a Pandemia da Covid-19. A pesquisa é uma ação promovida pela Diretoria de Saúde e Qualidade de Vida, por meio de sua Coordenadoria de Apoio Psicossocial no Trabalho (CAPT) e pelo Programa de Assistência Psicossocial ao Servidor (PAPS), em parceria com o Projeto Efeitos Psicológicos do Isolamento Preventivo na Pandemia da Covid- 19 desenvolvido pelo Hospital Universitário Bettina Ferro de Souza.


O trabalho remoto se coloca como uma realidade que tem gerado diversas inquietações, tais como: como manter as atividades laborativas, ainda que em casa; como conciliar as tarefas de trabalho ao cuidado e orientação educacional dos filhos; como manter a concentração em um contexto tão adverso de inúmeras privações e perdas etc.


Por esses motivos, é importante atentar à saúde emocional durante esse período de trabalho remoto, e a participação dos servidores irá contribuir para o levantamento de dados para a compreensão desses efeitos no contexto da pandemia da Covid-19.


“A iniciativa da Progep surgiu a partir da preocupação com a saúde emocional dos servidores da UFPA neste período de pandemia e contou com o apoio do projeto desenvolvido pelo Hospital Universitário Bettina Ferro de Souza. Queremos avaliar se houve implicações psicossociais, e quais impactos sucederam disso, para que possamos pensar em estratégias e ações de saúde que auxiliem os servidores em suas necessidades”, explica a diretora de Saúde e Qualidade de Vida, Bárbara Troeira.


Os resultados serão analisados e servirão de base para o desenvolvimento e a construção de propostas de ações para combater, prevenir e tratar as implicações encontradas.


“Para um diagnóstico fidedigno,  precisamos de insumos, precisamos ter acesso a dados reais para saber o que está acontecendo com nossos servidores, é uma preocupação, e precisamos agir conforme a necessidade da nossa força de trabalho da Universidade”, ressalta o prof. dr. Janari da Silva Pedroso, responsável pelo projeto que apoia a Progep nesta pesquisa.


Como participar - Para participar, o servidor deve acessar a pesquisa, colocar login e senha, e responder às questões (em sua maioria de múltipla escolha). O preenchimento do questionário levará cerca de 15 minutos para ser completado. Não é necessário se identificar, e as respostas serão mantidas em sigilo. O participante pode ainda armazenar o documento, por meio de captura de tela, ou solicitar cópia por e-mail. A pesquisa estará disponível até o dia 27 de novembro.

comments

Links importantes