Técnicos da UFRA aprovam continuidade do trabalho remoto e comunicam reitor

Em assembleia geral online, realizada dia 7, os técnicos e técnicas da UFRA decidiram, por unanimidade, pela manutenção de trabalho remoto para todas as atividades em que for possível a sua aplicação. Além disso, aprovaram a determinação de que nenhuma atividade presencial seja adotada por qualquer unidade administrativa sem a prévia discussão sobre sua necessidade com os técnicos nela lotados, em reunião com a participação de representantes do Sindtifes.


A assembleia geral determinou ainda a posição de que o Comitê de Gestão de Crise para a COVID-19, da UFRA, tenha em sua composição representante indicado diretamente pelo sindicato. “Aguardamos posicionamento dessa administração superior, na certeza do seu compromisso social com a comunidade interna e externa, e com a proteção da saúde e preservação da vida de toda a comunidade universitária”, declararam os trabalhadores em documento enviado ao reitor Marcel do Nascimento Botelho.


Na solicitação enviada ao chefe da administração superior, a seção sindical da UFRA destacou que a comunidade científica e os organismos em saúde, como a Organização Mundial de Saúde (OMS), recomendam que as medidas de afastamento social ainda são os únicos meios de evitar a contaminação. “O Brasil e o Pará ainda se encontram em uma situação de instabilidade do nível de contágio. Sendo o nosso estado o quarto em números absolutos em contaminação e mortes no país. E ainda não há vacina ou medicação capaz de neutralizar a doença”, enfatiza o ofício.

 

comments

Links importantes