Técnico do Museu da UFPA conquista na Justiça adicional de insalubridade

A assessoria jurídica do Sindtifes conquistou nesta semana mais uma vitória na Justiça. Após negativa da UFPA a pedido feito em 2016, o técnico-administrativo Adeilson Silva Ferreira, lotado no Museu da UFPA, teve concedido o percentual do adicional de insalubridade em grau médio (10%).


O direito foi confirmado pelo relator do processo, Paulo Máximo de Castro, sob a justificativa de que o técnico estava exposto a “contato permanente com substâncias tóxicas, radioativas ou com risco de vida”, de acordo com o documento oficial divulgado pela Justiça Federal.


Adeilson Silva foi vitorioso após ser contra sentença que rejeitou sua solicitação de implementação de adicional de insalubridade ao seu contracheque. Apesar de um laudo técnico atestar que o trabalhador lidava diariamente com “produtos químicos para proceder à limpeza e manutenção das obras”, a concessão só foi oficializada pela Justiça na última quarta-feira, 4, pela 1ª Turma Recursal.

A concessão passa a contar da data do requerimento administrativo (08.04.2016), devendo a União pagar as diferenças devidas.

 

comments

Links importantes