Chapa 3 prioriza o Sindtifes e sua base nas propostas de campanha

No próximo dia 22 de março, os técnicos-administrativos das instituições federais de ensino do Pará decidirão quem estará à frente do Sindtifes no triênio 2018-2021. A Chapa 3, uma das três chapas inscritas na disputa, traz em seu nome a concepção que rege suas propostas de campanha. De acordo com o grupo, é preciso “devolver o sindicato aos trabalhadores”.


Os representantes da chapa 3, em entrevista, anunciam que, se eleitos, vão estreitar a relação entre a direção do Sindtifes e os servidores. Uma das propostas é uma agenda semanal nas diversas unidades das universidades federais do estado. Dessa forma, a chapa acredita que a base estará mais presente nas ações da coordenação.


“A nossa entidade voltará a fazer parte da vida da categoria, os espaços do sindicato serão devolvidos aos servidores. Não falamos somente de espaços físicos, mas também dos espaços de debates”, afirmam os idealizadores da chapa. Para a chapa 3, a categoria dos técnicos está “desmobilizada e sem rumo”. E isto teria ficado visível nas últimas greves.


“Ficou clara a desmobilização da categoria nas últimas greves em que não houve empenho por parte da direção em apontar o caminho de lutar contra o GOLPE”, informaram por escrito os representantes. No próximo dia 19, às 10h, no hall da reitoria da UFPA, a chapa participará do debate junto aos demais concorrentes.


A eleição


A votação ocorrerá em dezenas de seções eleitorais distribuídas pelos campi e unidades da Universidade Federal do Pará (UFPA), Universidade Federal Rural da Amazônia (UFRA), Universidade Federal do Oeste do Pará (UFOPA) e Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (UNIFESSPA).

 

 

comments

Links importantes