Seg, 14 de Fevereiro de 2022 09:37

 

A coordenação colegiada do Sindtifes enviou na semana passada um ofício à Reitoria da Universidade Federal do Pará (UFPA) solicitando uma audiência pública, mais uma vez, para tratar dos temas que vem preocupando a categoria: a luta pela jornada de 30 horas para todas e todos e contra o ponto eletrônico; a Campanha Salarial 2022; e a cobrança de R$ 10 na refeição do Restaurante Universitário (R.U), já em vigor, dentre outras questões que possam surgir.

O envio do documento foi uma determinação da última Assembleia Geral dos técnicos e técnicas-administrativos, que ocorreu no dia 20 de janeiro (confira aqui). Junto ao ofício foi encaminhada também a proposta de resolução construída pela categoria, que também foi aprovada na última assembleia, e trata da jornada de 30 horas. O objetivo é que o documento, alternativo ao posicionamento da administração superior sobre o assunto, seja utilizado como modelo para assegurar o direito do modelo de trabalho de 30 horas para todos. Veja aqui a resolução na íntegra.

Campanha Salarial 2022

Durante a assembleia, a coordenação colegiada do sindicato informou também a categoria sobre a Campanha Salarial 2022. Conforme decidido nacionalmente pelos movimentos da categoria, será reivindicado o reajuste de 19,99%, que é o valor correspondente aos três anos de perda da inflação calculados somente do governo Bolsonaro. Juntando Lula, Dilma e Temer, o valor chega a quase 30% de defasagem. Foi determinada desta vez, no entanto, a luta pelos 19,99% como índice nacional para unificar as entidades na luta em defesa dos servidores.



De 14 a 25 de janeiro haverá mobilizações nas unidades das universidades onde o Sindtifes está presente (UFPA, UFRA, UFOPA, UNIFESSPA), para que a categoria debate o tema em assembleia geral a ser marcada, e determine a posição coletiva sobre uma nova Greve Geral.

 

 

 

comments
 

Links importantes