Qui, 04 de Fevereiro de 2021 07:39

 

A carreta contra a Reforma Administrativa, em Belém, realizada no último domingo (31), demarcou na capital paraense o movimento nacional, que teve representações nas principais cidades brasileiras. Os atos foram convocados pelo Fórum das Entidades Nacionais dos Servidores Públicos Federais (Fonasefe).


O coordenador de comunicação do Sindtifes, William Mota, avaliou a carreata como vitoriosa. “Aqui no Pará, agregamos entidades municipais e estaduais. Tivemos também como pauta Fora Bolsonaro, além da luta contra as privatizações dos Correios e do Banco do Brasil, por isso o trajeto teve uma série de paradas simbólicas. Paramos em frente ao Banco do Brasil, do INSS, sempre para denunciar a política de privatizações do governo Bolsonaro e os ataques aos serviços públicos”, declarou.


A vitória de Arthur Lira (PP) para a presidência da Câmara Federal, na segunda-feira (1), torna ainda mais necessária a continuidade do movimento contra a Reforma Administrativa e demais pautas.


“Bolsonaro, Mourão e Paulo Guedes, além de evitar um impeachment, têm uma pauta ultraliberal que prevê ainda mais ataques aos trabalhadores e ao país, como uma nova reforma trabalhista, a Reforma Administrativa que visa privatizar os serviços públicos, diversas privatizações e projetos reacionários de interesse da bancada religiosa. É essa pauta que o governo pretende fazer avançar no Congresso e por isso se aliou aos notórios corruptos do centrão para garantir votos”, avalia o integrante da Secretaria Executiva Nacional da CSP-Conlutas Paulo Barela.


“Portanto, as manifestações pelo Fora Bolsonaro e Mourão, por vacinação para toda a população, já, contra a Reforma Administrativa, as privatizações, contra a volta das aulas presenciais nas escolas em meio à pandemia, entre outras lutas, precisam ser intensificadas. Só a mobilização da classe trabalhadora, da juventude e de toda a população que está sendo prejudicada pela pandemia e pela política genocida deste governo poderá barrar estes ataques”, afirmou Barela.

 

comments
 

Links importantes