Qua, 27 de Abril de 2022 17:35

Após um calendário de mobilizações ser aprovado na última Assembleia Geral do Sindtifes, no dia 20 de abril, os técnicos e técnicas-administrativos realizam paralisação nesta quinta-feira, 28, nas quatro universidades representadas pelo sindicato.

Na Universidade Federal do Pará (UFPA), em Belém, às 7h30, no segundo portão, próximo ao Ginásio Esportivo, será organizado um café colaborativo que irá reunir os servidores federais aos moradores do bairro do Guamá. O objetivo é dialogar sobre a importância da valorização do serviço público e ouvir a população sobre suas necessidades em tempos de crise e Bolsonarismo. Docentes da instituição também estarão presentes, como categoria parceira.

As pautas do movimento são a defesa do reajuste salarial de 19,9%; o arquivamento da PEC 32 (Reforma Administrativa); e a revogação da Emenda Constitucional do Teto de Gastos. “Vamos à luta pois juntos somos mais fortes e podemos vencer essa batalha. Rumo à greve geral dos servidores públicos federais! ”, divulgou, como preparação para a atividade, o sindicato.

Ações na base

Os técnicos e técnicas do Instituto de Ciências Sociais Aplicadas (ICSA) da UFPA, com apoio do Sindtifes, realizaram na manhã da terça-feira (26), um café colaborativo, também como prévia da paralisação do dia 28.

Com alegria e disposição, os participantes conversaram com professores, estudantes e técnicos sobre a necessidade da unidade das categorias para enfrentar os desmandos do governo Bolsonaro.

"É só assim que vamos poder conquistar mais verbas para a educação pública, para o serviço público, e também em defesa do reajuste salarial dos servidores, em 19,9%. A questão das filas no RU e do sucateamento da universidade, passa pela defasagem dos salários dos servidores", afirmou Felipe Melo, coordenador de Comunicação do Sindtifes.

 

comments