Ter, 19 de Novembro de 2019 22:03

Em assembleia geral realizada nesta quarta-feira, 19, no hall da Reitoria da UFPA, os técnicos-administrativos aprovaram paralisação nos dias 26 e 27 de novembro (confira a data da reunião de preparação no serviço). O motivo da decisão é o movimento nacional de luta contra a Reforma Administrativa e a chamada PEC Emergencial, que pretende cortar em 25% o salário do servidor público em 2020. A assembleia também contou com a presença da advogada Roberta Dantas, da assessoria jurídica do Sindtifes, que atualizou os presentes sobre os trâmites na Justiça que poderão beneficiar os trabalhadores.


Os técnicos também debateram a necessidade de que o enfrentamento aos ataques de Bolsonaro e Paulo Guedes seja mais enérgico, e por isso decidiram sugerir à Federação de Trabalhadores Técnicos-Administrativos (FASUBRA) que organize uma caravana nacional à Brasília para pressionar os parlamentares e o governo a não darem prosseguimento aos plano privatistas. A proposição será enviada em breve à FASUBRA.


A assembleia também estabeleceu como meta a reorganização de um Fórum Estadual de Lutas no Pará, além da criação de comitês de base. Por fim, foram escolhidos os nomes que representarão o Sindtifes na Plenária Nacional da Fasubra, que ocorrerá entre os dias 6 e 8 de dezembro, em Brasília. André Geovani, Simone brito e Augusto Severo farão parte da delegação.

 

Serviço

Reunião do comitê de mobilização para construção da greve de 48h

Dia 22/11 (sexta-feira)

Hora: 11 horas

Local: sede do Sindtifes Pará (altos do Vadião UFPA)

 

comments