Dom, 28 de Abril de 2019 09:25

Os olhos curiosos de Bianca Holanda, 29 anos, servidora da UFPA, ganham um tom mais sério quando o assunto é seu direito à aposentadoria. Com dois anos de contribuição, ela é mais uma entre tantos jovens brasileiros que ainda não sabem bem o que pode acontecer se o governo federal conseguir aprovar a proposta de “deforma” da Previdência.

Pela Calculadora de Aposentadoria , do Dieese, de acordo com as regras que vigoram atualmente,  Bianca precisa contribuir durante 35 anos, para se aposentar com o valor integral, aos 62 anos.  Com a nova proposta, isso muda.

“Vou ter que trabalhar até quase os 70 anos para me aposentar, levando em consideração que o tempo de contribuição deve passar para 40 anos. Isso não é justo. Para os trabalhadores do campo é ainda pior. Precisamos ir para as ruas e informar às pessoas”, protesta.

Para quem é jovem, a aposentadoria parece uma realidade muito distante. Porém, a juventude é um dos segmentos que mais pode ser prejudicado. O índice de desemprego juvenil em geral é o dobro do registrado entre adultos, portanto é um seguimento que contribui pouco para o INSS. De acordo com o IBGE, no último trimestre de 2016, a taxa média de desemprego chegou a 12%, mas na população de 18 a 24 anos o índice chegou a 25,9%.

comments