Seg, 03 de Setembro de 2018 12:04

 

A história do Brasil é marcada por momentos de repressão e resistência. É assim até hoje. Por trás dos direitos adquiridos pelos trabalhadores existe uma longa trajetória de organizações e indivíduos comprometidos com a luta pela igualdade e justiça no país. Nessas batalhas nasceram os sindicatos, que cumprem o papel de ser a voz do trabalhador.


Nos anos 80, após a campanha pela redemocratização do país, as associações recreativas dos trabalhadores, que existiam apenas para fins de lazer, começaram a ser transformadas em sindicatos. A Associação dos Servidores da Universidade Federal do Pará (Asufpa), por exemplo, passou a chamar-se Sindicato dos Trabalhadores da UFPA (Sintufpa).


Assim iniciou-se a caminhada do Sindtifes, que representa hoje, além dos servidores da UFPA, os trabalhadores da Universidade Federal Rural da Amazônia (Ufra), da Universidade Federal do Oeste do Pará (Ufopa) e da Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (Unifesspa). Muitos talvez não saibam, mas foi com sindicatos como o Sindtifes que muitos benefícios foram conquistados pela classe trabalhadora no Brasil.


Uma das vitórias históricas é o Plano de Carreira dos Cargos Técnico-Administrativos em Educação, estabelecido pela Lei 11. 091, de 12 de janeiro de 2005, que regulariza a progressão salarial da categoria. Podemos citar também como conquistas o Regime Jurídico Único dos trabalhadores, de 1990, e o estabelecimento do regime de trabalho de 30 horas semanais em algumas unidades das universidades públicas. Nesse último ponto, a luta continua para que, na UFPA, seja determinado o mesmo regime para toda a instituição.


Acompanhe nosso site e nossa página do Facebook. Em breve, divulgaremos mais detalhes sobre cada conquista. E nos ajude a ampliar o alcance de nossas matérias.

 

comments