Seg, 07 de Maio de 2018 17:30

No último domingo, 6, foi realizada em Poços de Caldas, Minas Gerais, a plenária de abertura do 23º Congresso da Fasubra (Confasubra). A coordenação geral da Federação de Sindicatos de Trabalhadores Técnico-Administrativos em Instituições de Ensino Superior Públicas do Brasil (Fasubra) e a vice-presidência da Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes) marcaram presença no ato inicial

Depois da saudação das entidades sindicais, de acordo com a coordenação de comunicação do Sindtifes, ocorreu a aprovação do regimento do congresso. Também foram apresentadas as teses que serão discutidas e votadas durante o evento.

A delegação do Pará partiu para o Confasubra no dia 4, de Belém, formada por 37 delegados. Os 20 representantes da UFPA foram eleitos na assembleia geral realizada no dia 24 de abril. 204 técnicos foram credenciados e 185 votaram. Quatro chapas foram inscritas. A chapa 1 levou 7 delegados; a chapa 2, 3; a chapa 3, 2; e a chapa 4, 8 delegados.

Segundo a coordenação geral do sindicato, a chapa 4, “Sonhar Lutar”, foi a que obteve mais votos: 69. Quantitativo este seguido da Chapa 1, “Unir”, que recebeu 67 votos. A chapa 2, “Geração independente”, e a chapa 3, “Manifeste-se”, receberam, respectivamente, 31 e 18 votos. A assembleia foi representativa, pois cada uma das chapas motivou a presença de trabalhadores de diversos setores da universidade.

O 23º Congresso Nacional da FASUBRA Sindical (CONFASUBRA) ocorre até o dia 11 de maio, no Centro Nacional de Convenções (Cenacon), em Poços de Caldas Serão seis dias de organização da luta para os trabalhadores técnico-administrativos em educação para o biênio 2018/2019, definindo o plano de lutas. De acordo com a FASUBRA, 1.500 delegados representando cerca de 50 entidades de base filiadas estão presentes.

 

comments