Ter, 27 de Março de 2018 11:55

A Chapa 1: Autonomia e Luta foi a vencedora do processo eleitoral do Sindtifes para o triênio 2018-2021 com 543 votos; 51% dos votantes. A Chapa 2: Manifeste-se! Mudar o Sindtifes pela base obteve 264 votos; 25%, enquanto a Chapa 3:Devolvendo o sindicato aos trabalhadores, 243; 23%. A eleição ocorreu nos dias 21 e 22 de março na UFPA, Ufra, Ufopa e Unifesspa.

Abélcio Ribeiro, presidente da Comissão eleitoral, acredita que o processo para escolha da nova coordenação representou um importante momento para a democracia na história do sindicato. De acordo com a comissão, o pleito seguiu os requisitos não apenas do Regimento Eleitoral, aprovado em assembleia no dia 31 de janeiro pelos trabalhadores, como também o novo estatuto do sindicato.

“Nós acreditamos que a participação de três chapas potencializou o processo democrático e a disputa do sindicato para o próximo período”, informa Abélcio. As três chapas tiveram tempo e autorização para visitar a base do sindicato e apresentar suas concepções políticas e propostas para a administração no triênio 2018-2021. O resultado dos dias 21 e 22, portanto, é a culminância dessas trocas de ideias e posicionamentos sobre o futuro político do Sindtifes.

Do total de 2.049 filiados, 1.063 técnicos-administrativos participaram da votação, contando com as quatro universidades. A Chapa 1 foi vitoriosa em todas as instituições. Em termos de unidades da UFPA, a Chapa 2 venceu na Escola de Aplicação, ICS/NMT e ICJ/ICSA. Já a Chapa 3 foi vitoriosa apenas no Setor de Vigilância e na Reitoria/ Aposentados.

 

comments